Ir para o conteúdo

Município de Valparaíso - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Município de Valparaíso - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social INSTAGRAM
Rede Social YOUTUBE
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
15
15 ABR 2019
PREFEITURA DÁ CONTINUIDADE A PROJETO DE COMPOSTAGEM E PROGRAMA SUA EXPANSÃO
enviar para um amigo
receba notícias

O Projeto visa de maneira simplificada iniciar a compostagem em todos os prédios públicos municipais, permitindo a participação dos funcionários tanto nas atividades de disposição dos resíduos, quanto na construção de novas ideias visando aperfeiçoar o sistema. De início, a compostagem está sendo realizada na Casa da Agricultura, e depois a experiência será estendida a outros prédios públicos municipais.

Neste ano, a Prefeitura através da Secretaria de Agropecuária e Meio Ambiente, deu continuidade à produção de compostagem, utilizando como principal matéria prima os resíduos orgânicos da Casa da Agricultura de Valparaíso. Também realizou no mês de Março deste ano cronograma para expandir o projeto a outros prédios públicos municipais.

Compostagem é o processo de degradação controlada de resíduos orgânicos sob condições aeróbias, ou seja, com a presença de oxigênio. É um processo no qual se procura reproduzir algumas condições ideais (de umidade, oxigênio e de nutrientes, especialmente carbono e nitrogênio) para favorecer e acelerar a degradação dos resíduos de forma segura (evitando a atração de vetores de doenças e eliminando patógenos). A criação de tais condições ideais favorece que uma diversidade grande de macro e micro-organismos (bactérias, fungos) atuem sucessiva ou simultaneamente para a degradação acelerada dos resíduos, tendo como resultado final um material de cor e textura homogêneas, com características de solo e húmus, chamada composto orgânico. É um método simples, seguro, que garante um produto uniforme, pronto para ser utilizado nos cultivos de plantas e que pode ser realizado tanto em pequena escala (doméstica) quanto em média (comunitária, institucional) ou grande escala (municipal, industrial). No entanto, é um método que necessita ser bem compreendido e bem operado para evitar problemas como a geração de odores e a proliferação de vetores de doenças.

O uso de minhocários para tratar resíduos orgânicos é muito adotado em apartamentos ou outros locais com restrição de espaço, pela sua praticidade e tamanho. É importante que o manejo do minhocário seja cuidadoso, pois se algum fator estiver desequilibrado (muita umidade, muito calor ou muito frio, por exemplo), as minhocas podem morrer ou fugir. Além disso, os minhocários possuem algumas restrições quanto aos resíduos que, em grandes quantidades, podem ser prejudiciais às minhocas, como restos de carnes, cítricos, alimentos cozidos ou com alto teor de sal.

A Casa da Agricultura também desenvolveu a produção de hortaliças no próprio espaço do prédio, sendo que o adubo utilizado é oriundo da composteira. A produção que ocorre no fundo do prédio, no momento, é de alface, cebolinha e almeirão. As hortaliças são distribuídas aos próprios funcionários que trabalham no local, conforme a necessidade.

Também é importante ressaltar que uma das consequências da execução do Projeto, além da valorização ao meio ambiente, é melhorar a qualidade de vida dos funcionários com incentivo ao consumo de hortaliças orgânicas.

Formulários Vinculados
Denúncia Meio Ambiente
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia